sábado, 27 de outubro de 2018

Anunciada nova adaptação de Emma, de Jane Austen


Emma foi publicado a primeira vez em 1816 e trata-se do único dos romances de Jane Austen protagonizado por uma moça rica de verdade. Ela tinha como hobby arrumar casamentos para outras pessoas, enquanto fingia não se importar com seu próprio coração, já que era filha temporã e devia cuidar do pai hipocondríaco.  Enquanto isso, seu vizinho solteirão e muito sensato morria de amores por ela... Enfim, foi anunciado uma nova adaptação de Emma (*Cinema?  TV?*) que a protagonista seria Anya Taylor-Joy.  Essa atriz é uma das melhores coisas de A Bruxa.  A diretora será a estreante Autumn de Wilde e o roteiro é de Eleanor Catton. Segundo o Holywood Reporter, Clueless, aqui, As Patricinhas de Bervely Hills, uma versão moderna de Emma, teve seu remake anunciado.  Para quê, sinceramente, não sei.

Emma foi adaptado algumas vezes para cinema e TV (*não estou contando versões nos dias de hoje*).  Cinema: 1996 (Gwyneth Paltrow), 1996 (Kate Beckinsale).  Televisão: 1972 (Doran Godwin) e 2009 (Romola Garai).  Pelas quantidades de adaptações, vocês percebem que não é um dos favoritos dentre as obras de Jane Austen, Orgulho & Preconceito é o recordista, claro.  Minhas adaptações favoritas são a com Kate Beckinsale e a com Romola Garai, esta última é minha Emma favorita, o problema é que detesto o Jonny Lee Miller como Mr. Knightley e cortaram uma das minhas falas favoritas e fundamentais para definir o caráter dele da adaptação.  Meu Mr. Knightley favorito é Mark Strong, meu segundo, e com um tom muito diferente, é Jeremy Northam.  Aliás, tão importante quanto Emma é saber quem fará o papel do vizinho apaixonado. Vamos esperar novas informações.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails