quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Errata do post do lançamento de Citrus no Brasil



Anteontem, eu fiz um post sobre o lançamento do mangá Citrus pela NewPop.  Em algum lugar do meu texto escrevi que era o primeiro yuri mangá a ser publicado no Brasil.  Prontamente, recebi vários comentários avisando que a mesma editora já havia lançado outros dois mangás, Philosophia  (フィロソフィア), de Amano Shuninta, e Kuchibiru ni Suketa Orange  (くちびるに透けたオレンジ), de Rokuroichi.  Eu realmente perdi os anúncios.  Desculpem a informação errada, ainda assim, reforço que a NewPop está sendo ousada em um  momento de crise editorial.

Kuchibiru ni Suketa Orange 
Vejam bem, ambos os mangás citados são volumes únicos, Citrus tem dez volumes.  Lançar um oneshot, ainda mais material que não é famoso, é menos arriscado do que uma série com vários volumes e, provavelmente, com licença mais cara por causa do anime.  De resto, os três mangás são da Comic Yuri Hime, o que sinaliza uma parceria da NewPop com a editora, a Ichijinsha.  

Imagem do gaiden josei feito 20 anos depois do mangá original.
De resto, alguém apontou que antes da NewPop a JBC tinha lançado Shoujo Kakumei Utena (少女革命ウテナ) e que o mangá é yuri.  Desculpem, Utena é shoujo, saiu em uma revista mainstream e para um público muito jovem, a Ciao.  Em nenhum momento sai da linha do que é esperado para um shoujo mangá e as sugestões shoujo-ai/yuri são leves.  Para refrescar a memória, Juri, por exemplo, só é lésbica no anime.  É a animação de Utena, mais o filme do que a série de TV, que efetivamente se assume como yuri.  Ainda assim, convém lembrar que TUDO o que sai na Comic Yuri Hime tem temática lesbiana. TUDO.  Ela foi criada para isso.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails