quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

A JBC libera o preço dos volumes da Rosa de Versalhes


O Lucas postou no grupo do Shoujo Café do Facebook o link da matéria do site Biblioteca Brasileira de Mangás contendo maiores detalhes da edição da JBC da Rosa de Versalhes (ベルサイユのばら).  Cada volume, que reúne dois tanko originais, custará R$43,90 e terá em média 408 páginas.  Muita gente está reclamando e juntando tudo com a lamúria sobre a capa, que, efetivamente, poderia ser muito melhor, daí, decidi registrar a minha opinião aqui no blog, também.

Uma capa japonesa.  Não sei qual é  a edição.
Vamos lá, R$43,90 é caro e, ao mesmo tempo, é barato. Barato, porque se trata de dois volumes em um só com um acabamento que tem sido de alta qualidade, basta acompanhar o que a JBC vem lançando nessa faixa. Fora isso, pense que as licenças são em dólar e o papel também é orçado nessa moeda. O Real anda bem desvalorizado.  Por outro lado, é caro, porque a maioria dos brasileiros e brasileiras ganha muito mal (*e isso não vai melhorar, não é proposta da nova gestão federal*), logo, um preço como esse é muito excludente. Culpo a JBC?  De forma alguma, acredito que ela esteja praticando os preços possíveis em nosso mercado.  

Um dos volumes da edição italiana.
Infelizmente, eu não tenho proposta para resolver essa equação. Talvez, esperando promoções.  Olhado o preço no Amazon.  De repente, você consegue comprar mais em conta, por assim dizer.  Agora, o que eu digo é  que poderia sair ainda mais caro.  Não vejo como baratear ainda mais o mangá, mas eu sou leiga, estou olhando de fora, então, é achismo mesmo.

De resto, o fato da capa não ter ficado maravilhosa não me parece uma desculpa razoável para não comprar um mangá. Se este for o único argumento, claro.  Se você não tem dinheiro para investir, deve fazer aquilo que é mais razoável para a sua saúde financeira.  Por outro lado, fico meio pasma que exista quem compre mangá pela capa. De resto, a JBC poderia fazer um trabalho melhor. A escolha foi das mais pobres.  Há muitas opções de ilustrações e designers possíveis.  Faltou imaginação e eu acredito que sobrou preguiça.  Quando você tem A Rosa de Versalhes na mão, com todas as possibilidades e limitações do produto, tem que jogar para ganhar.  Essa capa é brochante mesmo.

Última edição lançada na Itália, eu acho.
Quanto a ser melhor importar o mangá, alguém escreveu isso no Facebook, e que seria mais barato.  Olha, acho que não vai ser, mas se você lê japonês, é legal aproveitar e olhar o original.  No Japão há várias coleções da Rosa disponíveis.  É ó procurar.

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

O preço ficou um pouco salgado, sim. No mesmo formato e número de páginas, Alita e Blade saem por volta dos 30 a 35 o volume. Pelo visto, a JBC está prevendo que não vá vender muito e foi cautelosa, contando com os fãs e com o fator "clássico".
A capa realmente não chama a atenção. Esse título branco de destaca pouco no fundo rosa claro.

Related Posts with Thumbnails