segunda-feira, 13 de maio de 2019

❤ RIP Doris Day ❤


Hoje, faleceu aos 97 anos de idade Doris Day, uma das grandes estrelas dos anos 1950-60, estrela de várias comédias e musicais, atuando em 39 filmes.  Ela foi, no seu tempo, uma espécie de "namoradinha da América".   mas, também, do clássico de espionagem O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1956) de Alfred Hitchcock.  Uma das grandes cenas desse filme é de Doris Day cantando  "Que Sera, sera" em uma cena emocionante, pois seu filho estava sequestrado e escondido e ouve a o longe a voz da mãe e a reconhece, colocarei o vídeo logo abaixo.  O encerramento da série Ashita no Nadja inspirou-se nessa canção e tem o mesmo nome.  


Mas o primeiro filme com Doris Day que eu me recordo e que, muito provavelmente, renderia uma resenha cheia de comentários feministas é Ardida como Pimenta (Calamity Jane, 1953).  Gostava muito do filme quando era criança.  Doris Day fazia Jane Calamidade, uma tomboy incorrigível, criada na fronteira do velho oeste e boa de tiro e montaria.  Exatamente por isso, o sujeito de quem ela gosta, e de quem nem ela mesma sabe que gosta, só a vê como uma amiga.  Só que chega uma nova moça na cidade, uma atriz, de bom coração, que atrai a atenção do moço, mas decide ajudar Jane a conquistá-lo.  E, assim como em novelas como Betty, a Feia, vocês já imaginam o que acontece... 


Bem, Doris Day viveu bastante e teve uma grande carreira.  Acredito que tenha falecido no momento certo.  Todas as notícias comentando seu falecimento pontuaram que ela estava bem de saúde para alguém de sua idade.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails