quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Quando eu poderia imaginar que Capitão Planeta iria se tornar um material subversivo...

Eu nunca fui fã de Capitão Planeta (Captain Planet And The Planeteers/1990-96), sempre assisti meio que no automático e nem imaginava que a série tinha tantos episódios, 113 no total.  Eu assistia criança Spectreman  (スペクトルマン/1971-72), então, um super-herói colorido invocado por adolescentes para salvar a Terra, não chegava nem perto dos terrores invocados pelo seriado japonês que tocou muito antes em questões como poluição desmedida e destruição do meio ambiente. Enfim, a animação defendia a ecologia e se propunha a discutir como nós, seres humanos comuns, poderíamos ajudar a preservar o planeta Terra.  O slogan do super-herói, o Capitão Planeta, "O poder é de vocês!", jogava para cada um de nós o dever de fazer diferença neste mundo.  E é até engraçado que o título nacional tenha tirado os Planeteers do título, focando no super-herói somente, quando era um trabalho de equipe.  Whatever.

A ilustração é de Cristino Siqueira.
Hoje, vivemos esse drama de ter um governo comprometido com a destruição do meio ambiente.  Sim, é isso, não cabe meias palavras.  Essa ilustração acima vai nessa linha utilizando como modelo a edição nº1 do Capitão América com o herói dando um soco na cara de Hitler.  Comentei no Twitter e Facebook que seria um bom momento para produzir um filme live action do herói.  E o Meteoro fez um vídeo falando de um episódio da série que cairia como uma luva em nossos dias.  Está pronto o roteiro.  Recomendo que vocês assisam.  Está, ou não está na hora de um filme do Capitão Planeta?

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

Gente, não sei se rio ou se choro! O herói mais politicamente correto da minha infância, que era zoado por ser tão certinho, virou um subversivo! Tá aí! Capitão Planeta, que era gente boa, mas chato, nos anos 90 agora é uma figura poderosa em 2019. Estão acabando com o pouco que já tínhamos! Vai, Planeta!

Related Posts with Thumbnails