segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Animação discute o percurso para se tornar uma idol (ou não)

 

Meu marido me sugeriu a animação, que está logo ali embaixo, e decidi dividir com vocês.  A autora da animação, se bem entendi, é coreana.  E não se trata de atacar seu gosto por Kpop, mas evidenciar que os astros que pulam, dançam, cantam etc. são adolescentes submetidos a toda uma série de violências, pequenas e grandes, são produtos de uma indústria cultural dentro de um modelo capitalista de exploração.  Um projeto que tem apoio e estímulo estatal, muito bem sucedido, aliás.  Mais ainda, trata-se de um funil.  Alguns conseguem o estrelato, mas a maioria fica pelo caminho MESMO, ou são destruídos no processo, ou pelo sistema.  E não é por culpa deles, ou delas.  O vídeo abaixo:

É importante divulgar esse material por vários motivos.  Umas semanas atrás estavam circulando matérias sobre uma brasileira que conseguiu se tornar uma estrela do K-Pop.  Ótimo para ela, espero que seja feliz.  Agora, um pouco antes disso, foi revelado, também, sobre canalhas que estão enganando meninos e meninas brasileiros na internet, oferecendo a possibilidade de contratação por uma das agências da Coreia do Sul só que, na verdade, eles e elas estão sendo aliciados pelo tráfico de pessoas, isto é, escravidão sexual, ou tráfico de órgãos, os aguarda.  Cuidado, então.  

Ainda no tema, a Netflix colocou no seu catálogo um documentário sobre o grupo Black Pink chamado  BlackPink: Light Up The Sky, mas que circula pela indústria do K-Pop entrevistando vários indivíduos ligados ao meio, isto é, produtores, artistas, empresários, agentes etc.  Não o assisti, mas o documentário já recebeu algumas críticas.

Por fim, o excelente canal chamado Coreaníssima tem um vídeo sobre o percurso para se tornar uma estrela do K-Pop, também, vale assistir.  E, se você não conhece ainda, há Perfect Blue (パーフェクトブルー), longa animado japonês já antigo sobre as idols do país e como elas são descartáveis e sua carreira pode ser de curta duração e cheia de pressões.  Recomendo muitíssimo.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails