domingo, 13 de dezembro de 2020

Kimetsu no Yaiba: um Fenômeno sem precedentes na indústria de animação e quadrinhos japonesas

Kimetsu no Yaiba (鬼滅の刃) não é shoujo, não li nada do mangá, nem assisti qualquer coisa do anime, mas acompanho com curiosidade o impacto dessa série, que é de autoria feminina, Gotouge Koyoharu, bom marcar, sobre a indústria de mangá e anime japonesa.  Queria somente fazer um compilado de notícias.

Em uma matéria do Japan Times de 5 de dezembro, temos a informação de que Kimetsu no Yaiba gerou um impacto econômico de pelo menos 270 bilhões de ienes no Japão, disse o Dai-ichi Life Research Institute Inc. em uma estimativa na sexta-feira (04/12).  O total inclui 85 bilhões em vendas de livros, mais de 50 bilhões em vendas relacionadas ao filme animado e mais de 130 bilhões em vendas de produtos relacionados.

Outra notícia relacionada à Kimetsu no Yaiba é que o filme animado se tornou em 30 de novembro o segundo filme mais lucrativo nos cinemas japoneses de todos os tempos.  O filme superou Titanic (1997) e precisou somente de 45 dias para isso.  A maior bilheteria japonesa continua Sen to Sen to Chihiro, filme dirigido por Hayao Miyazaki.  O filme da Ghibli tem uma bilheteria de 30.8 bilhões de ienes, no último levantamento, Kimetsu no Yaiba tinha 27.51 bilhões de ienes.  No mesmo Japan Times, houve uma matéria questionando se o filme seria muito violento para crianças, que alguns pais estavam reclamando.  Nem estou entrando na discussão da violência, mas vocês imaginam alguma forma de limitação sendo imposta a algo tão lucrativo em um ano de pandemia e depressão econômica global? 😉

Por fim, e me lembro que estou atrasada com os rankings da Oricon, o volume #23 de Kimetsu no Yaiba bateu todos os recordes de vendagem de um volume de mangá em uma única semana2.855.000.  Isso era, normalmente, o que vendia em um ano inteiro o volume de mangá mais bem sucedido.  Agora, qual o segundo volume mais vendido da semana (30/11-06/12)?  Um gaiden de Kimetsu no Yaiba com 858.751.  O terceiro?  A edição limitada do volume #23 com 575.737.  E todos os outros volumes da série sevem estar no top 30, o que dificulta a avaliação do mercado de mangá como um todo.  Ufa!  

Concluindo, uma pesquisa recente feita com crianças japonesas de primário detectou que meninos e meninas confiam mais em Tanjiro Kamado (1º), o protagonista da série, do que em suas mães (2º), professores (3º) e pais (4º).  Céus, o que esses pais japoneses andam fazendo, ou não fazendo, para não aparecerem nem em terceiro lugar?

GOSTOU?

4 pessoas comentaram:

fiquei curiosa, vou pegar o mangá (só não sei quando lerei.... XD)

Assistia a todos os episódios !!
tô ansioso pra ver o filme !

eu tinha curiosidade para ver o anime, mas na época da estreia a polêmica sobre cenas de estupro desnecessárias me desanimou. Agora que foi um fenômeno bem inesperado isso foi; tomara que a autora volte a ter mais paz em sua vida, já que desde o boom do anime ela tem sido perseguida e assediada, há quem diga que a mesma encerrou cedo o mangá pra que ela e sua família tenham sossego. Desejo novos sucessos pra ela, sem toda a toxicidade que veio junto desse.

Minha filha de 13 anos ama o anime e vivia me chamando pra assistir. Eu tinha sérias restriçoes masconfesso que me apaixonei. Tenho 50 anos rsrs. Descobri animes e mangás com minha filha nessa quarentena kkkk. Como estou em home office tenho dado uma espiada no que ela faz e me interessei. Com isso, acabei me rendendo ao Kimetsu Goyabu, como carinhosamente apelidamos. Tanjiro tem uma sensibilidade excepcional. Um menino bondoso, coração imenso. Assumiu o papel de pai com a morte deste. Cuida da mãe e dos irmão menores com ternura. Cuida das pessoas do vilarejo no qual vende carvão pra sobreviver. todos o amam. Até eu kkkk. Ele tem compaixão até pelos chamados Onis que ele combate, afinal, os onis já foram humanos um dia. Eu convido a todos a assistirem essa obra fenomenal. Quanto a mim, estou prestes a ler o mangá o mais rápido possível. PS. Não vi cenas de estupro no anime
.

Related Posts with Thumbnails