segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Quais os cem melhores mangás de todos os tempos? 150 mil japoneses votaram

A TV Asahi fez uma votação com 150 mil pessoas para saber quais os 100 melhores mangás de todos os tempos.  Se entendi bem, cada votante tinha que fazer o seu top 100 e o resultado final foi feito computando todas essas listas.  Então, e não me perguntem como isso funciona, o fato é que o resultado deixou de fora mangás muito badalados, e o pessoal do Sora News reclamou da falta de Death Note e Akira, por exemplo.  Mas é o Shoujo Café, então, eu não vou me estressar com isso, vamos falar dos mangás femininos na lista.  Segue a lista e, a seguir, meus comentários.

1. One Piece (33,600)
2. Kimetsu no Yaiba (29,100)
3. Slam Dunk (26,700)
4. Detective Conan (25,400)
5. Dragon Ball (22,400)
6. Attack on Titan (21,900)
7. Naruto (19,800)
8. Haikyu!! (18,700)
9. Fullmetal Alchemist (18,500)
10. JoJo’s Bizarre Adventure (17,100)
11. Hunter X Hunter (16,200)
12. Gintama (16,100)
13. Kingdom (15,200)
14. World Trigger (11,700)
15. Doraemon (11,300)
16. My Hero Academia (10,900)
17. Yu Yu Hakusho (8,600)
18. Black Jack (8,200)
19. Jujutsu Kaisen (8,000)
20. Natsume Yuujinchou (7,400)
21. Glass Mask (7,100)
22. Fist of the North Star (7,000)
23. Bleach (6,950)
24. Touch (6,900)
25. Phoenix (6,700)
26. Banana Fish (5,800)
27. Rosa de Versalhes (5,600)
28. Inuyasha (5,300)
29. Ashita no Joe (5,100)
30. Dragon Quest: The Adventure of Dai (4,950)
31. Rurouni Kenshin (4,900)
32. Maison Ikkoku (4,600)
33. Zatch Bell! (4,400)
34. The Poe Clan (4,100)
35. KochiKame (4,080)
36. Golgo 13 (4,060)
37. Sazae-san (4,040)
38. Star of the Giants (4,020)
39. Astro Boy (4,000)
40. Golden Kamuy (3,950)
41. Tokyo Ghoul (3,900)
42. Dokaben (3,850)
43. The Quintessential Quintuplets (3,800)
44. Ace Wo Nerae! (3,600)
45. Dobutsu no Oisha-san (3,450)
46. The Promised Neverland (3,400)
47. Hajime no Ippo (3,100)
48. Ushio and Tora (3,000)
49. Master Keaton (2,900)
50. Kaguya-Sama: Love is War (2,850)
51. Assassination Classroom (2,800)
52. Kuroko’s Basketball (2,750)
53. Black Butler (2,700)
54. The Prince of Tennis (2,650)
55. Haikara-san ga Tooru (2,600)
56. Candy Candy (2,300)
57. City Hunter (2,290)
58. Chainsaw Man (2,260)
59. Nodame Cantabile (2,230)
60. Parasyte (2,200)
61. Urusei Yatsura (2,000)
62. Card Captor Sakura (1,900)
63. Kinniku Man (1,850)
64. Bungo Stray Dogs (1,800)
65. Fairy Tail (1,790)
66. Tokimeki Tonight (1,760)
67. Reborn! (1,730)
68. Hoshin Engi (1,700)
69. Cyborg 009 (1,550)
70. Hana Yori Dango (1,500)
71. Tetsujin 28-Go (1,300)
72. H2 (1,250)
73. Galaxy Express 999 (1,200)
74. Devilman (1,160)
75. Magi: The Labyrinth of Magic (1,130)
76. Oishinbo (1,100)
77. Abu-san (1,050)
78. Space Battleship Yamato (1,000)
79. Basara (990) 
80. Captain (980)
81. Barbaric Legend (960)
82. Hikaru no Go (950)
83. Major (930)
84. Fire Force (920)
85. Toilet-Bound Hanako-kun (900)
86. Karakuri Circus (890)
87. Fruits Basket (860)
88. Kaze no Daichi (830)
89. Yukan Club (800)
90. Aria (780)
91. Berserk (760)
92. Macaroni Spinach (740)
93. Ribon no Kishi (720)
94. Rent-A-Girlfriend (700)
95. D.Gray-Man (690)
96. Sket Dance (660)
97. Captain Tsubasa (630)
98. Tenshi Nanka Ja Nai (600)
99. March Comes in Like a Lion (580)
100. Dr. Stone (560)


Dentro da nossa listinha, se eu não perdi nada, temos 16 mangás femininos.  Nenhum BL e somente um josei, Nodame Cantabile.  Levando-se em consideração que Nodame terminou faz mais de uma década, vejam a popularidade da série.  OK, Nodame, na época que era publicado, e do anime, do dorama, dos filmes, era muito popular para fora do nicho, inclusive entre homens de mais de 40 anos.  Procurando no blog, vocês encontram pesquisas de anos atrás com essa informação.  Mas o mangá feminino mais popular é Natsume Yuujinchou.  Outra série que saiu do nicho e tem uma série de anime super popular.  Mais um filme animado estreia nos cinemas japoneses este mês, inclusive.

Glass Mask é aquilo, a série tem a minha idade, vai completar 45 anos em publicação.  E não terminou, porque a autora não quer, afinal, a história está toda desenrolada, e eu tenho raiva disso.  São muitos hiatos, inclusive um que durou uma década.  Imagine isso.  Banana Fish é um clássico indiscutível e teve o anime.  Merecidamente lembrado.  A seguir, Rosa de Versalhes, uma instituição.  Seria estranho se não fosse lembrado.

Ace Wo Nerae! é uma das minhas séries do coração, meu anime favorito de todos os tempos é a primeira adaptação desse mangá.  Faz tempo que não tem anime, dorama, game, mas é o mangá de esportes feminino mais influente de todos os tempos.  Para se ter uma ideia, o primeiro tenista japonês a entrar para o grupo dos melhores do mundo, Shuzo Matsuoka, disse várias vezes que optou pelo esporte graças à série.  Inclusive, ele treinou os atores e atrizes do dorama de Ace Wo Nerae!  Dobutsu no Oisha-san é um mangá muito popular, teve dorama, e tem como protagonista um estudante de veterinária.

Haikara-san ga Tooru é a série mais querida de Waki Yamato, teve animação na TV, dorama, e dois muito recentes filmes animados.  Então, a memória afetiva das pessoas foi refrescada.  Preciso resenhar o segundo filme, aliás.  É uma série adorável.  Candy Candy é outra instituição, mas não pode ser republicado, ou seu anime reexibido, porque as autoras estão em litígio em relação aos lucros da série.  Já falei disso no Shoujo Café inúmeras vezes.

Seguindo, temos Nodame, que eu já comentei, Card Captor Sakura, que é a série mais popular da CLAMP e sempre está em evidência.  E vem Hana Yori Dango, estranhei estar tão atrás, porque é o shoujo mais vendido da história do Japão.  Mas, diferentemente de outras séries, é muito popular entre o público feminino e transbordou pouco para fora do nicho.  E vem Basara de Yumi Tamura e eu fiquei super feliz.  Não esperava mesmo, mas eis que as pessoas se lembram da série.

Depois, Fruits Basket, que mesmo com o anime rolando na TV, ficou bem lá embaixo.  E Yuukan Club.  Olha, essa série é muito popular entre o público feminino.  Vi dia desses comentário no Twitter sobre outra pesquisa em que se perguntava qual mangá as japonesas queriam que virasse anime.  No topo estava Yuukan Club.  É uma série de adolescentes ricos detetives, já teve dorama, teve uma continuação josei, mas o mangá shoujo original, com 19 volumes, Yukari Ichijou nunca concluiu. Como parece ser algo episódico, acho que isos não é problema, como no caso de Glass Mask.

Em seguida um clássico fundador, Ribon no Kishi.  Acho que nem preciso discorrer muito, mas é visto como o primeiro mangá feminino a incorporar a narrativa cinematográfica e a serialização, ou seja, não é episódico, mas conta uma história com princípio, meio e fim.  É Tezuka, teve anime.  E, fechando a lista, Tenshi Nanka Ja Nai, excelente série de Ai Yazawa.  Até achei que Nana poderia aparecer, mas fico feliz que foi outro material da autora.  Tenshi Nanka Ja Nai deveria ter sido lançado no Brasil.  Dos shoujo da lsita, somente Fruits Basket, Card Captor Sakura, Bnana Fish e Rosa de Versalhes saíram no Brasil.

P.S.: Acabei esquecendo de Poe no Ichizoku, ou The Poe Clan, da Hagio Moto.  [Shame on me!].  Clássico mangá de vampiro, já teve dorama, filme, peça de teatro etc. e está com continuações sendo publicadas no últimos anos.

GOSTOU?

3 pessoas comentaram:

Não acredito que esqueceram de Sailor Moon!? Chocada..Por isso essas listas não são confiáveis.

Esqueciste o Poe no ichizoku no lugar 34, outro clássico imprescindivel. Acho que a classifica está muito condicionada com os gustos atuais, há mangás muito melhores e mais importantes que faltam aqui.

Acabei esquecendo de marcar, obrigada!

Related Posts with Thumbnails