domingo, 21 de outubro de 2012

Elementary: Watson é mulher porque "Cria uma tensão sexual entre os protagonistas"



A Folha de São Paulo publicou uma matéria hoje sobre a série Elementary, não ia comentar, mas me deu um comichão tão grande que não resisti... O foco do texto é que "Watson agora é mulher". Não é a primeira vez, deveriam ter avisado... Primeiro, pontuam que "a" Watson - Lucy Liu - é "jovem e bonita", algo fundamental para o exercício da medicina e para seduzir Sherlock Holmes (*rolando de rir aqui*). Daí, logo em seguida o genial produtor-executivo de Elementary, Michael Cuesta, explica o motivo de uma Watson mulher "Cria uma tensão sexual entre os protagonistas"


Sério isso? Ele viu Sherlock da BBC (*claro que viu, tanto que estão tentando embarcar na onda*) como deve ser visto? É realmente necessário uma mulher para criar tensão sexual? Ele já prestou atenção no fandom em torno da série inglesa e no que Benedict Cumberbatch e Martin Freeman conseguem fazer conosco? Fora as piadinhas internas da série, claro. Isso sem falar em Robert Downey Jr. e Jude Law... Para por aqui... É homofobia burra e machismo no mesmo pacote... Mas, ainda assim, a Folha avisa que a estréia do seriado bombou nos EUA. Segundo o genial Michael Cuesta o motivo é simples "A TV é obcecada por fazer com que os policiais tenham habilidades especiais para saberem o que sabem." Tá certo, então, acontece o mesmo com vampiros, não é mesmo?  Qualquer coisa vende... 

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

srsly... hay más tensión sexual en Sherlock que en Elementary y eso sin entrar en la segunda película de Sherlock Holmes donde la relación entre Watson y Sherlock es ya la leche vamos....

Related Posts with Thumbnails