quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Sherlock volta ano que vem na BBC e o mangá chega ao Brasil pela Panini


Semana passada, aconteceu a Comic Con Experience em São Paulo.  Grande evento com muitas atrações e anúncios de lançamentos de mangás, também.  Nenhum shoujo.  Nenhum josei.  Não tenho, portanto, o que comentar com urgência, tampouco o que comemorar.  Se anunciassem um seinen da Kaoru Mori, talvez, mas nem sombra.  Um anúncio, no entanto, me foi passado com aquela ansiedade "Você viu?  Você viu?".  Vi, depois que me avisaram.  A Panini vai lanar o mangá de Sherlock no Brasil.  

Sherlock é a série da BBC estrelada por Benedict Cumberbatch e Martin Freeman, trata-se de uma nova releitura das personagens clássicas de Sir Arthur Conan Doyle trazida para os nossos dias.   Ela estreou em 2010 e eu não levava fé nenhuma no resultado, mas fui surpreendida e muito. Tivemos a segunda temporada em 2012, a terceira em 2014, e um especial em 2016.  Ano que vem estréia a quarta temporada e os três episódios já tem data: 1, 8 e 15 de janeiro.


Voltando para a Panini, a editora vai lançar a versão mangá lançada no Japão.  Trata-se de uma adaptação, praticamente quadro a quadro, dos episódios da primeira temporada.    O quadrinista se chama Jay e ninguém nunca me convenceu de que é um material de segunda, o que não quer dizer que não possa ser divertido, OK?  São três volumes até agora.  Pode sair mais?  Claro, de repente, no ano que vem.  Eles começaram a sair em 2012 na revista Young Ace.  Como fã de Sherlock Holmes, eu comprarei pelo menos o primeiro volume.  Se   achar que vale a pena, compro os três que estão previstos.

De resto, se vocês quiserem olhar as resenhas de Sherlock aqui no blog, há textos sobre a primeira (*1-2-3*) e a segunda temporada (*1-2/3-especial*).  A terceira, que bateu com a época da Júlia recém-nascida caiu meio que no limbo das outras coisas que fiquei sem assistir, há somente a resenha do primeiro episódio.  Se quiserem ler minhas considerações sobre como estão interpretando Irene Adler esses dias, há texto aqui.  Não comentei a Irene de Elementary.  Assisti episódios com ele e, realmente, não achei grande melhora ou revolucionário o que fizeram com ela.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails