domingo, 7 de maio de 2017

Welcome to Ballroom pode ser um anime legal


Eu não li nada, nadinha, de Ballroom he Yokouso (ボールルームへようこそ), da mangá-ka Tomo Takeuchi, e não é surpresa, não ando nada atenta aos mangás shounen, mas já vi a série nos rankings de vendagem e indicada a prêmios, como o 6º e o 8º Manga Taisho Awards.  Enfim, a série vai virar anime e deve estrear em julho.  O anúncio foi feito em fevereiro, mas ainda não há data. Iria passar batido por mim, se não fosse este trailer:


Não sei quem não sabe disso, mas mangás de dança, de teatro e outros, seguem os moldes dos mangás de esporte.  Tem competição, normalmente um sujeito, ou sujeita, que precisa ser moldado, lapidado até mostrar as qualidades que o mestre viu no/a adolescente.  Regra básica.  Se for shoujo clássico, muitos volumes garantidos; se for shounen de qualquer época, e um sucesso, muitos volumes e muita enrolação, provavelmente.  Eu tenderia a manter a distância, mas que mal há em ver um anime que, bem, terá que ser relativamente curto e ter um desfecho qualquer, mesmo que o mangá continue rolando por mais 5, 10, 15 anos?  Nem sei se esse é o caso...


Enfim, a história básica de Welcome to Ballroom é a seguinte:  Tatara Fujita quer ser bom em alguma coisa, mas é somente um aluno medíocre que é perseguido por bullies que não cansam de espanca-lo e roubar-lhe dinheiro.  Um dia, ele é salvo por Kaname Sengoku, que o leva para uma escola de dança (*acho que é dele*).  Lá o garoto  fica fascinado pelo que vê, especialmente, a jovem dançarina Hanaoka Shizuku e seu parceiro, o genial Hyoudou Kiyoharu.  A partir daí, Tatara já sabe o que deseja da vida: dançar.


Welcome to Ballroom estreou em 2011 na Gekkan Shounen Magazine, tem 9 volumes e está em andamento.  Vou tentar dar uma olhada no primeiro volume.  De repente, será o primeiro shounen que eu lerei em muito tempo.  O traço parece interessante, sim.  Vai que a autora tem uma pegada Kaoru Mori?  Dança sempre é legal e não é muito diferente de patinação, por exemplo. ;)

GOSTOU?

4 pessoas comentaram:

"Tatara Fujita quer ser bom em alguma coisa, mas é somente um aluno medíocre que é perseguido por bullies que não cansam de espanca-lo e roubar-lhe dinheiro."

Não é bem assim, ele não é perseguido.
Na cena onde o Sengoku "salva" ele é só um encontro casual com uns aleatórios na rua. O Tatara não é grandes coisas mas também não é um pobre coitado oprimido.

O mangá não é nada ruim, se é melhor que outros não faço ideia.
A única certeza e característica que se pode dizer dele é que é "sexy", e parece que ele teve sorte de cair nas mãos da equipe de Hakyuu. Agora é espera para ver o quão bem feito ficou.

Eu estou acompanhando no Toshiwayume... A plot é divinaaa... Apaixonada nesse mangá..

Só não gostei de uma coisa no mangá (e gostaria que mudassem no anime); o professor de dança dele ali fica desmerecendo-o demais, como se ele nunca fosse chegar no topo, não fosse bom dançarino e assim por diante... Acho que professor nenhum que se prese faz isso; fiz dança de salão por 6 meses ano passado, e muito pelo contrário, apesar da minha idade avançada meu professor só me apoiava.
Seria algo realmente bom de se rever na hora da produção do anime.

Compreendo a sua opinião, mas se fizer isso, mudara a personalidade do sengoku, e isso seria horrivel, mudar a personalidade de um determinado personagem faz com que a historia tome um rumo diferente, eu entendo que você não gosta, mas é como você disse, o sengoku vê em Tatara um grandre potencial e isso o afeta de alguma forma, pois ele tem um espirito bastante competitivo, no entanto assim como professor, ele tem o seu jeito de ensinar (severamente) ainda mais para alguem que não pagava as despesas das aulas, como o Tatara, mas vemos que o tatara é muito rápido em aprender, ele aprende passos apenas olhando, tanto que conseguiu copiar os passos especiais do kyouharu com pouco tempo de treino.
No entanto, o Tatara passa pelas mãos de vários dançarinos profissionais, incluindo o Sengoku, não acho que deveria mudar, pois é assim que o Sengoku é, ele ensina o Tatara de um modo diferente e bruto, mas não quer dizer que ele desmerece o Tatara

Related Posts with Thumbnails