segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Mangá-ka tira licença paternidade e surgem especulações de que ele é uma mulher


O Sora News trouxe uma matéria comentando que o autor de Golden Kamui (ゴールデンカムイ), de Satoru Noda, interrompeu sua série, porque está em licença paternidade.  O comunicado está aí embaixo:

“Golden Kamuy estará em hiato no Volume 12 do [antologia de mangá] Weekly Young Jump, que será lançado em 20 de fevereiro, porque [o autor/artista da série] Noda está tirando uma folga por ter tido um bebê.”
Um autor de mangá tirar licença paternidade é  novidade, parece que algo inédito.  Isso é importante e eu peço que vocês deem uma olhada em um post de janeiro sobre o tema e no comentário deixado pela Sabine Klimt, que reside no Japão, e dá detalhes sobre por qual motivo os homens, em especial, fogem da licença.  Não é somente cultural, dói no bolso.  De qualquer forma, é um bom exemplo que o autor dá.


Enfim, mas a confusão que a notícia da licença de Satoru Noda gerou foi por causa do uso dos kanjis no comunicado.  Parece que da forma como a mensagem foi escrita, usando o kanji  (*para fora*) só é utilizado quando se trata de mulheres, do ato de parir mesmo.  Pode ter sido um erro, uma má escolha, mas parece que deu o que falar.  Quem quiser, dê uma olhada no SN.  De qualquer forma, achei fotos do autor, então, a dúvida é meio estranha, mas o fato é que nomes de mangá-ka podem enganar, são pseudônimos, afinal, e há quem nunca apareça em público, ainda assim, parece que não é o caso do autor de Golden Kamui.

GOSTOU?

1 pessoas comentaram:

Não teria sido meio que em tom de brincadeira, como quando homens dizem que estão "grávidos"?

Related Posts with Thumbnails