domingo, 8 de março de 2020

Garotas rejeitadas decidem montar um time de futebol, mas os motivos... Ai... Ai...


Eu sigo várias revistas no Twitter e apareceu para mim algumas imagens de um mangá chamado Aohare Otome (アオハれ乙女)  de Akari (roteiro) e Haru (arte).  Batando o olho nos protagonistas, a gente diz "shoujo", olhando parte do resto do elenco, gritamos "shounen".  O fato é que a roteirista veio do shoujo mangá e a desenhista parece ter somente um mangá anterior no currículo.  


O fato é que o mangá tem pouco capítulos até o momento e há dois abertos para a gente olhar no Comic Days, além de umas amostras de outros capítulos.  Dei uma olhadinha.  Resumo está na página do mangá e eu fiz uns acréscimos:

Yuka, é a uma amiga de um grupo de garotas rejeitadas que não tem amigos ou namorado.  Ela passa parte do seu tempo assistindo os meninos jogando futebol e apreciando um dos jogadores, que é muito bonito.  Um belo dia, ela toma uma bolada na cara e quem vem ajudá-la?  Pois é, o tal garoto.  Yuka fica nervosa e dentro dela uma voz grita "Eu quero ser a bola dele!" Ela decide se juntar ao clube de futebol feminino.  Mas será que ele existe?  Que há jogadoras disponíveis?  então, ela se lembra das colegas "rejeitadas" e decide que elas podem entrar, também, e, quem sabe, todas possam se tornar "a bola" de alguém.


É isso.  Foi o que eu vi nos primeiros capítulos.  É um mangá de comédia, gags mesmo, mas vai que a partir dessa premissa enlouquecida e machista, porque não dizer, as meninas acabam efetivamente se tornando um time?  E todo mangá desse tipo tem que ter um treinador, ou treinadora, carrasco para chamar de seu, além de uma menina que realmente saiba jogar para integrar o time.  


Não tem scanlations, mas, se fizer sucesso, tem toda a cara de material com potencial de virar anime.  O mangá é publicado digitalmente, mas sai em revistas físicas, como a Comic Bull (*que eu nunca tinha ouvido falar*) e a Shounen Magazine.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails