sábado, 22 de fevereiro de 2020

Já que muita gente gosta de mangá de balé, recomendo Dance! Subaru


Ontem, repostei uma resenha de Swan (スワン), o mangá de balé com o traço mais bonito que já vi.  Curiosamente, estava no Twitter e vi um post sobre o relançamento de Subaru (昴 スバル) de Masahito Soda.  Me bateu nostalgia, porque mais de dez anos atrás eu li parte do mangá em scanlations e porque ele começou a sair na Espanha em um selo de josei mangá, mas nunca foi completado.  Só que há um detalhe nisso, Subaru não é josei, nem shoujo, é seinen.

Masahito Soda é especialista em mangás de esporte e, na cabeça dos japoneses, mangá de balé é mangá de esporte.  A série Subaru tem 11 volumes e conta a trajetória de Miyamoto Subaru desde os cinco anos de idade até que ela se torna uma  grande bailarina.  O mangá original tem 11 volumes, um número bem civilizado para um mangá, diga-se de passagem, e o autor continuou a saga da moça, agora profissional e morando na Alemanha, em outra série chamada Moon Subaru Solitude Standing (MOON 昴 ソリチュード スタンディング).

O ponto de partida do mangá.
O resumo do início do mangá é o seguinte: Subaru e seu irmão gêmeo querem ser bailarinos clássicos.  Só que o menino já começa a história em uma cama de hospital, morrendo por causa de um tumor no cérebro.  Subaru sofre pela perda do irmão, mas sofre mais ainda por ver sua mãe rejeitá-la, afinal, para além da dor da perda de um filho, o centro da vida daquela mulher é o filho do sexo masculino.  Subaru se revolta, sofre, mas acaba conseguindo encontrar no balé as forças para seguir em frente.  Eu cheguei a fazer resenha dos quatro primeiros volumes para o blog.

Subaru teve filme em 2009, uma co-produção China-Japão que alterou significativamente alguns pontos da história, mas teve um lançamento com bastante pompa na época.  Diferente de produções japonesas normais, que são anunciadas e saem poucos meses depois, Subaru teve pelo menos dois anos de produção.  Acredito que possa estar disponível em algum lugar.

E teve filme.
Já chequei e Subaru tem scanlations em inglês até o volume #8, o mesmo vale para sua continuação.  Parece que ninguém terminou o trabalho.  Não sei em outras línguas.  Subaru tem um traço um tanto sujo, mas é um mangá com uma história muito poderosa e que mobiliza a gente emocionalmente.  Eu recomendo.  Vou ver se encontro os meus volumes espanhóis em algum lugar.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails