domingo, 27 de julho de 2014

Algumas palavras sobre o possível uniforme da Mulher Maravilha no cinema


Ontem, foi revelada a primeira imagem da Gal Gadot vestindo o uniforme da Mulher Maravilha do filme Batman vs. Superman: Dawn of Justice.  A maioria dos comentários que vi por aí destacaram que a atriz precisava de mais massa muscular (*Ha!*) e que o uniforme estava interessante, porém descaracterizado.  Vamos comentar os dois pontos.

Desde a escolha da atriz israelense para o papel da Amazona muita gente enfatiza que ela é muito magra para encarnar a personagem.  Qualquer um que está acompanhando as notícias sabe que ela foi escolhida por dois motivos: 1. ela é barata; 2. ela preenche os requisitos artísticos para o filme, isto é, é jovem, bonita, magra, e tem alguma experiência atuando.  

Ótima possibilidade - 1
De qualquer forma, prefiro esperar para ver a moça em ação antes de deplorar o fato dela não ser mais muscular.  Afinal, Jennifer Lawrence consegue ser uma excelente Katniss mesmo com uma aparência muito mais saudável do que a personagem original.  Quem leu os livros da série Hunger Games sabe que o problema da escalação vai muito além da necessidade da atriz tentar parecer morena.  Voltando para a MM, não curto homens e mulheres marombados, a moça parece bem na foto, para mim. Pessoalmente, não me incomoda em nada.

Ótima possibilidade - 2
Já a questão das cores, bem, vem de longa data no cinema americano - e em algumas Comics, também, - essa tendência de tirar a cor das coisas para dar mais seriedade a algum produto da cultura pop.  Assim, quanto mais escuro, mais impressionante, grandioso, adulto, e pode acrescentar outro adjetivo pedante ou pomposo aqui.  A primeira vez que vi isso foi com os filmes da Nova Geração de Jornada nas Estrelas, do cinema, aqueles uniformes sombrios horrorosos migraram para o universo de Deep Space Nine e era um bálsamo ver a turma da Voyager ainda com as cores nos lugares certos.  E houve, claro, o primeiro filme de Jornada com suas cores pastéis, mas pouca gente lembra daquele uniforme (*ótima análise do figurino do filme aqui*)... 

Quem se lembra dessa tragédia fashion?
Tanto Jornada nas Estrelas, quanto os super-heróis americanos, surgiram em um mundo no qual as cores, os uniformes colantes, as minissaias, e tudo mais eram usados descaradamente e sem medo de ser feliz.  Sim, sim, não consigo deixar de amar o uniforme feminino da série original de Jornada e isso nada tem a ver com a minha capacidade de ver e denunciar todo o fanservice e objetificação que tais roupas personificam.
  
Roubaram as cores!!!!!!!
É muito estranho ver o uniforme da Mulher Maravilha sem estrelas e o vermelho, azul e branco escandalosos da bandeira dos Estados Unidos.  Quer dizer, é estranho para mim, que não acompanho as histórias atuais da Amazona.  Agora, nos comics atuais o uniforme da Mulher Maravilha já foi muito modificado, tornou-se mais limpo, por assim dizer, fora as experiências para torná-lo algo mais parecido com uma armadura.  
Entendo que queiram se afastar desse tipo de uniforme, mas...
Encontrei um artigo que discute bem a questão, pontuando, inclusive, os motivos para limpar o uniforme desse aspecto de bandeira dos EUA: tornar a personagem mais palatável ao público internacional.  O artigo também mostra duas propostas de uniforme possíveis para o filme.  Ambas são boas, mas não são a mostrada no Comic-Con.
Guerreira de bronze?
Depois de muito olhar a foto, pensei em uma coisa que não tinha me ocorrido antes, nem vi em discussão nos lugares pelos quais passei.  A armadura-uniforme é meio cor de bronze.  Será que a idéia não seria resgatar essa imagem de armadura grega antiga mesmo?  De repente, por mais que não me agrade, a produção queira fazer este link através da roupa da Mulher Maravilha.   Uma princesa amazona não mais vestindo as cores da América, mas uma armadura de bronze. De qualquer forma, acredito que o uniforme deva mudar ainda, ainda mais com uma recepção que não foi tão positiva assim.

GOSTOU?

6 pessoas comentaram:

Se a idéia era "resgatar essa imagem de armadura grega antiga", erraram feio colocando salto alto nas botas dela...

Eu gostei do uniforme, mas faltou cor talvez um azul e vermelho menos vibrante mas ainda assim mantendo um pouco o que sempre foi.Olhando assim me lembrou mais a roupa da Xena( a princesa Guerreira)

As reclamações de ela ter pouca massa muscular é porque finalmente, quando há uma série d emotivos para uma mulher ter músculos, eles colocam uma mulher fisicamente fraca. Mulheres quase sempre são representadas como fisicamente fracas, ao ponto de nem terem definição muscular, enquanto os homens são representados como bombadões que a maioria dos homens nunca conseguiria ser. É uma representação que segue um padrão duplo, que tiveram a chance de quebrar e não quebraram, mulheres musculares no cinema são quase inexistentes, é por isso que é um problema...

É um problema, mas não é determinante para um fiasco, entende, Jéssica? Ou então, teremos que jogar fora os filmes deJogos Vorazes, porque, bem, Katniss precisava ser quase esquálida e está longe disso. Fora ser morena...

Falando em músculos, eu me lembro da Linda Hamilton, que ficou toda sarada para fazer o Exterminador do Futoro 2, e disse que depois desse filme, ela teve dificuldade de conseguir papéis "normais", como em dramas e romances.

O curioso que o famoso traje vermelho dos filmes de Jornada nas Estrelas na verdade eram apenas os trajes do primeiro filme tingidos e calculadamente modificados aqui e ali para parecerem diferentes.

http://wrathofdhanprops.blogspot.com.br/2013/01/the-complete-guide-to-starfleet-style.html

Related Posts with Thumbnails