terça-feira, 26 de novembro de 2019

Sanditon: por que os fãs de Austen estão tão furiosos com o final de Andrew Davies? (Artigo Traduzido)


Apareceu esse artigo do The Guardian na minha TL do Twitte.  Ele é de 14 de outubro, o dia seguinte à exibição do último capítulo da série.  Como fizemos a discussão sobre Sanditon nos dois últimos programas do podcast Café com Jane Austen (*Parte 1 e 2*), decidi que valia a pena traduzir o material. 

De certa forma, o que a autora fala, nós falamos nos programas.  Parece uma colcha de retalhos com coisas que Jane Austen colocou em seus outros livros e a série sugere uma segunda temporada que está, claro, na dependência do sucesso nos EUA.  Só não tinha visto ainda a fala do Andrew Davies nesse sentido.  Enfim, segue o artigo traduzido:

Sanditon: por que os fãs de Austen estão tão furiosos com o final de Andrew Davies?

A dramatização da ITV do romance inacabado da autora ofendeu a sensibilidade de muitas Janeites. Alison Flood se pergunta se isso faz sentido

A caminho de uma segunda série? Charlotte (Rose Williams)
e Sidney (Theo James) em Sanditon.
Foto: Simon Ridgway / Red Planet Pictures / ITV
Em um dos últimos vislumbres que Jane Austen nos dá do mundo de Sanditon, seu romance final e inacabado, Charlotte Heywood acaba de conhecer Sidney Parker, um jovem de “cerca de vinte sete ou vinte oito anos, muito bonito, com uma ar decidido cheio de tranquilidade e desenvoltura e um semblante animado”.

A adaptação de Sanditon para TV de Andrew Davies, que foi ao ar no domingo, terminou com Charlotte e Sidney se despedindo chorando - apaixonados, mas separados. Os espectadores foram provocados com a esperança de uma reconciliação de última hora, quando Sidney parou a carruagem de Charlotte. Ele jogaria honra ao vento e escolheria Charlotte ao invés de Eliza? Mas o felizes para sempre esperado não se concretizou. Leitor: ele não se casou com ela.

O final irritou e aborreceu os espectadores, mas, acima de tudo, acho que os surpreendeu. Aqui é Austen, e sabemos a que temos direito: há até um livro sobre o assunto, pelo amor de Deus - O Guia de Jane Austen para o Final Feliz (The Jane Austen Guide to Happily Ever After). Orgulho & Preconceito seria mais verdadeiro, mais emocionalmente satisfatório, se Elizabeth tivesse aceitado a proposta do Sr. Collins? Não: não menos importante, porque nos teria negado linhas como: “Posso falar mais claramente? Não me considere agora como uma mulher elegante, com a intenção de atormentá-lo, mas como uma criatura racional, falando a verdade de seu coração.” Marianne deveria ter acabado com Willoughby em Razão & Sensibilidade? Não: não menos importante, porque então não teríamos a imagem gloriosa de Alan Rickman interpretando o coronel Brandon.

Glorioso ... Kate Winslet como Marianne e Alan Rickman
 como Coronel Brandon no filme de 1995,
Razão & Sensibilidade. Fotografia: Allstar / Columbia Pictures
A acadêmica de Oxford e especialista em Austen, Kathryn Sutherland, que editou uma edição de Sanditon, especula que um final cosiderado "uma decepção absoluta" por alguns fãs talvez tenha sido uma tentativa de alcançar o estilo fragmentado do romance inacabado de Austen.

"Meu palpite é que, após uma composição pastiche tão decepcionante de pedaços de 'tudo que parece Austen' que caracterizava a série, eles talvez tentassem capturar algo do estilo de fragmento do original inacabado", diz Sutherland. “Ainda resta muita coisa no ar e não resolvida: o casamento mercenário de Sidney salvará Sanditon e os Parkers da falência? A história da senhorita Lambe está totalmente sem resolução. E quanto à fortuna de Sir Edward Denham e Lady D?

Peaky Blinders da BBC.
Também há uma forte sensação de que a ITV está tentando nos preparar para mais. Davies disse, antes do lançamento do programa, que adoraria escrever uma segunda série: "Espero que tenhamos terminado em um ponto em que o público dirá: bem, você não pode terminar assim!" os produtores também estavam twittando de olho no futuro no domingo: “Sidney teve que sacrificar sua felicidade com Charlotte. Separados por enquanto, o que o futuro lhes reserva, o amor deles irá resistir.” Estou esperando um deus ex machina que tire Eliza de cena.

E quanto ao que a própria dama poderia ter pensado? "Eu imagino que ela teria mudado para Peaky Blinders na BBC após o episódio um", diz Sutherland.

GOSTOU?

0 pessoas comentaram:

Related Posts with Thumbnails